O QUE É A URODINÂMICA

O estudo urodinâmico também chamado de avaliação urodinamica, é um exame que tem como objetivo demonstrar a função do trato urinário inferior. Em termos práticos, ele mostra se a bexiga consegue cumprir sua função, como por exempli, armazenar urina sob baixa pressão e proporcionar adequado esvaziamento (micção normal).

Em pacientes sem doença neurológica associada, a urodinamica pode ser útil quando há dúvidas sobre a causa dos sintomas urinários ou quando há falha do tratamento conservador.

Distúrbios da fase de armazenamento e/ou de esvaziamento da bexiga podem provocar alterações que se expressam por meio de diminuição do jato urinário (jato urinário fraco), retenção urinária, micções diurnas ou noturnas frequentes, incontinência urinária (perda involuntária de urina) e dor ao urinar.

A urodinâmica é indicada em determinadas circunstâncias, tais como:

  • Aumento da próstata – avalia a presença de obstrução ao fluxo urinário pela próstata, bem como a força de contração da bexiga;
  • Incontinência urinária na mulher – determina a causa exata da perda de urina e se a incontinência está associada à urgência miccional/ bexiga hiperativa ou se ocorre secundariamente esforços;
  • Incontinência urinaria do homem – incontinência urinária após cirurgia para remoção de próstata;
  • Pacientes com lesões neurológicas – bexiga neurogênica;
  • Crianças com meningomielocele.

A solicitação do exame deve ser feita pelo médico com o objetivo de determinar com maior exatidão a causa dos sintomas urinários do paciente. Deve-se ressaltar que a urodinâmica é particularmente importante para pacientes com doenças neurológicas, em especial, quando há doenças na medula espinhal.